Surgem as primeiras azeitonas em campo experimental do IAPAR em Palmas

0
11

Implantado nos últimos meses do ano passado, o projeto de cultivo de oliveiras já permitiu as primeiras azeitonas no estação Experimental do Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná IAPAR/Emater em Palmas. Uma área de 1400 metros está sendo utilizada no experimento. Duas variedades são cultivadas: Coroneique, originária da Grécia e a Arbequina, da Espanha. Em parceria pública/privada, a proposta visa integrar a agricultura, renda e meio ambiente.
O projeto é uma iniciativa do Coordenador do projeto ambiental Proteja Uma Nascente, Edson Luiz Ferreira Kemes. O vereador apresentou e teve aprovada uma Lei na Câmara visando incentivar o plantio de oliveiras no município. Antes disso fez pesquisas no Rio Grande do Sul para conhecer as cultivares.

O plantio e o trabalho de pesquisa é conduzido pela equipe do IAPAR. Segundo gerente da unidade, Wilson Schveiczrski, o trabalho visa validar as duas variedades e criar um pacote tecnológico para a cultura, e assim recomendar aos produtores. As oliveiras tem um prazo de três anos para atingir a totalidade da capacidade produtiva entre 25 e 40 kg por planta.

Apesar deste tempo, Kemes comemorou o surgimento dos primeiros frutos. “É um motivo de felicidade o projeto das oliveiras estar produzindo a primeiras frutinhas, disse ele. Relatou que aguarda o resultado de um pleito na esfera federal para o incremento e desenvolvimento do projeto.

Fonte: Portal RBJ
Ivan Cezar Fochzato

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here