RETROSPECTIVA 2019!!! Artistas de Rua – uma trajetória contada por um Colombiano e uma Argentina

0
33

Hoje o Jornal Destaque Regional vai contar para vocês uma história real de exemplo e superação vivida por um casal, ele colombiano e ela uma argentina que se conheceram na Bolívia.

Tomas Urrego um colombiano e Flor sua amada da Argentina contam com brilho nos olhos que já se conhecem há uns 7 ou 8 anos e se encontraram pela primeira vez na Bolivia e de lá para cá viveram intensas aventuras pela América Latina .

‘’No Brasil já estamos nos apresentando fazem uns 03 anos. Quando nos conhecemos surgiu a ideia naturalmente de conhecer o mundo pelo fato do baixo índice de geração de emprego e dificuldades de receber pelo nosso trabalho, dali trocamos ideias e resolvemos nos aventurar e conhecer o mundo levando a nossa cultura e o nosso trabalho na melhor forma possível, mesmo convictos que encontraríamos alguns obstáculos coisa natural e que faz parte da vida e no dia a dia de cada ser humano, no Brasil não foi diferente, passamos algumas dificuldades mas na grande maioria fomos sempre bem acolhidos, onde pudemos mostrar nosso trabalho levando a cultura artística para a sociedade.

E continuou:
Nós somos artistas e ficamos gratos pelo aplauso é um reconhecimento, que contagia e nos alegra, faz com que a gente sempre procure melhorar, mas precisamos nos alimentar e nos agasalhar e o que vem ficamos grato pelo reconhecimento.

No Brasil levamos uma vantagem pela nossa arte, porque tem poucos malabaristas, trapezistas e até mesmo circos e isso facilitou a nossa estadia no Brasil.

O ENCONTRO COM SUA ALMA GÊMEA
Eu e a Flor nos conhecemos na Bolivia na praça São Francisco, ela trabalhava na época com artesanatos e eu já era malabarista, já fomos para o Equador, Peru, Bolivia, Paraguai, Brasil e hoje estamos com planos de ir para a Africa, mas agora que estamos próximo da Argentina vamos dar uma passada na casa da família da Flor e depois seguimos viagem.

DE BICICLETA
De Palmas rumo a Pato Branco, essa será nossa próxima parada e lá faremos nossa apresentação, ressaltamos também que percorremos todos esses lugares com duas bicicletas no qual já fizemos juntos mais de 11 Mil Km. Apenas no Rio de Janeiro não fomos bem acolhidos, mas em todos os lugares que passamos somos gratos pelo reconhecimento do público por sermos artistas circenses.

O CACHORRO
Foi em Goiás terra de gente boa, que conhecemos o nosso cachorro graças a Deus, é um amigão, ele está conosco até hoje fazendo parte das nossas dificuldades e conquistas, ele é muito carinhoso e muito parceiro.

CRÍTICA
Vou fazer uma pequena critica mas infelizmente é uma realidade do mundo atual, é sobre essa geração de meninos e meninas que estão mais em contato com o celular e com a internet deixando de valorizar a cultura artística bem como outras culturas como teatro por exemplo, os meninos hoje estão deixando de se divertir, de jogar futebol e praticar esportes diferentes trocando por jogos em celulares, isso não é bom, até mesmo para saúde deles, pois o sedentarismo é uma situação preocupante onde as pessoas não se dão conta do mal que estão fazendo pra si mesmas e a tecnologia entretê as pessoas mas elas esquecem e não percebem a sua volta um mundo real e cheio de aventuras e conhecimento esperando para ser descoberto. Deixo a dica!

Pra finalizar quero agradecer e dizer que aqui em Palmas fomos muito bem acolhidos por esse povo hospitaleiro, Palmas é uma cidade bonita e ficamos felizes com o carinho recebido, pois somos artistas circenses e nos apresentamos nas cidades que tenham semáforos para podermos realizar nosso trabalho, e muitas das vezes não é a moeda que faz a diferença, claro que ela nos ajuda a suprir nossas necessidades, mas as vezes o carinho a felicitação de um aplauso se torna muito gratificante nos impulsionando a fazer cada vez melhor o quê já gostamos de fazer, e isso é muito gratificante para nós.

Antes de finalizar nossa entrevista quero dizer aos leitores do jornal Destaque Regional que vamos dar um tempo na Argentina e se Deus quiser vamos para o México e depois para a África.
Eu a minha amada Flor e o nosso cachorro, aqui deixamos o nosso abraço e nossa gratidão a todo o povo palmense e a todo povo brasileiro”.
Hasta Luego!

Finalizou o colombiano Tomas Urrego.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here