NM Bouboulina

0
5

Após ações da Polícia Federal e do Ministério Público apontou-se o navio grego NM Bouboulina como o principal suspeito de poluição por petróleo das praias do Nordeste, ao invés do derramamento proposital dos poços venezuelanos com intenções belicosas para prejudicar a Venezuela, como acusaram diversos membros do governo brasileiro. O governo inoperante, finalmente, identificou o causador do maior desastre ecológico nas costas brasileiras.

Bolsonaro também desmentiu seu filho Eduardo ao invocar a possibilidade de editar novo AI-5 para enfrentar opositores. Bolsonaro pai passou a vida como político lamentando o fim da ditadura. Suas ideias são fundamentadas em autoritarismo, neoliberalismo e fundamentalismo.

Outro fato horrível foi editar um filme onde se identificou como leão acossado por hienas marcadas por logotipos de seus supostos inimigos, e ele, o rei dos animais. Bolsonaro quer convencer o país que é vítima de ameaça contínua de conspirações das instituições brasileiras e do socialismo. Sua conta no Twitter o demonstra como leão solitário sob o ataque de alcateia de hienas representadas pelo STF, Globo, Estadão, Folha, ONU, PSL, PT, PSOL

Sua tática é apresentar a democracia como conflito entre bem x mal, anulando qualquer expectativa de moderação e estimulando luta contínua. Parece que entende que esse método é para destruir a legitimidade de instituições que delimitam seus poderes. Gosta do confronto, forja inimigos revelando inclinação totalitária e causa enorme estresse às instituições desenhadas para impor limites a abusos do poder do poder executivo.

Outro fato estranho é que a investigação do assassinato de Marielle Franco ter chegado ao dia 600 sem que se saiba quem mandou matá-la. O caso ficou marcado por depoimentos falsos, sumiço de prova e perdas de imagens obtidas por câmeras de segurança. Na última semana, a TV Globo noticiou que o porteiro do condomínio em que o motorista do carro que matou a vereadora solicitou acesso ao interior do condomínio, no dia do crime, pedindo autorização para entrar à casa 58, justamente a de Bolsonaro, mas o porteiro disse que o tal motorista dirigiu-se à casa de Roni Lessa, o assassino da vereadora. Após mentir e desmentir, Bolsonaro afirmou aos meios de comunicação que pegou o material que comprova a entrada do motorista antes que fosse adulterado. O depoimento do porteiro cita Bolsonaro no inquérito do caso Marielle.

Percebe-se que os eleitores de Bolsonaro querem conservadorismo, tradição, ordem nos princípios de disciplina e hierarquia, respeitando ao próximo, em defesa da família, formalidade e lei, entretanto, não é isso que se vê semana após semana deste governo. O presidente da República acessa provas do caso Marielle; o filho estimula a implantação do Ato AI-5; publica filme ridículo no Twitter plagiando o Rei Leão, colocando-se como vítima; e acusa outros países antes de verificar a veracidade sobre o derramamento de petróleo.

Os governos passam, e rápido. Cada dia Bolsonaro está mais encrencado com os poderes da República. Percebe-se, claramente, que seus apoiados e apoiadores estão com grandes dificuldades em seus governos: Trump (EUA); Macri (Argentina); Piñera (Chile); Viktor (Hungria); Salvini (Itália); Netanyahu (Israel). Finalmente, até quando essa terrível política neoliberal sobrevirá no Brasil?

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here