Falta de iluminação pública nas ruas em direção ao IFPR

0
20

A situação é preocupante e deveria ser priorizada para a segurança dos pedestres e ciclistas que circulam no local.

O texto do Código Brasileiro de Trânsito valoriza essencialmente a vida e não necessariamente o fluxo de veículos, sendo que neste caso a iluminação é essencial para a boa visualização dos motoristas para os ciclistas e dos ciclistas para os pedestres, principalmente em direção ao Campus de Palmas IFPR que é um local com bastante circulação.
Na redação de seus artigos (código brasileiro de trânsito), percebe-se uma preocupação acima de tudo com a integridade física dos diversos atores do tráfego, sejam eles motoristas, motociclistas, ciclistas ou pedestres. No caso da má iluminação aumenta a possibilidade de acidentes, pois dificulta a visão dos ciclistas com relação a buracos nas ruas, pedras expostas e, também, aos pedestres que podem estar se movimentando nas beiradas da via para desviar de aberturas nas calçadas com água ou barro.
Do mesmo modo os pedestres não conseguem observar ao seu redor facilitando acidentes simples como cair, bater em outras pessoas, ser atacado por animais e entre outros. Devido a ser uma rota importante para universitários que muitas vezes precisam ir para a faculdade e vir andando para casa a situação esta sendo muito pouco analisada.
Órgãos de trânsito têm obrigação de garantir a segurança de ciclistas:
Art. 21. Compete aos órgãos e entidades executivos rodoviários da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, no âmbito de sua circunscrição:
(…)
II – planejar, projetar, regulamentar e operar o trânsito de veículos de pedestres e de animais, e promover o desenvolvimento da circulação e segurança de ciclistas.
(o Art. 24 dispõe o mesmo sobre os órgãos e entidades executivos de trânsito dos Municípios)

Em relação aos ciclistas devemos ressaltar que, atualmente, a bicicleta é considerada um veículo de duas rodas não motorizado, pois é usado não somente como um lazer ou atividade física, mas também como um dos principais meios de transporte para os trabalhadores. Por este motivo pedimos a conscientização dos motoristas em respeitar todo e qualquer ciclista que circule nas ruas para evitar acidentes.
Devido a algumas reclamações de motoristas e as leis de trânsito os ciclistas estão evitando deixar de usar sinalizadores como luzes nas bicicletas e roupas especiais para aumentar a visibilidade dos motoristas, mas percebemos que a falta de respeito dos motoristas em relação aos ciclistas é o maior responsável por acidentes.
Por este motivo disponibilizamos algumas normas do Código de Trânsito Brasileiro para que ambos estejam atentos e respeitem as leis de trânsito, deste modo podemos evitar acontecimentos negativos.

Pedestres têm prioridade sobre ciclistas; ciclistas têm prioridade sobre outros veículos:
Art. 29. O trânsito de veículos nas vias terrestres abertas à circulação obedecerá às seguintes normas:
(…)
§ 2º Respeitadas às normas de circulação e conduta estabelecidas neste artigo, em ordem decrescente, os veículos de maior porte serão sempre responsáveis pela segurança dos menores, os motorizados pelos não motorizados e, juntos, pela incolumidade dos pedestres.
Motoristas não devem “fechar” bicicletas:
Art. 38. Antes de entrar à direita ou à esquerda, em outra via ou em lotes lindeiros, o condutor deverá:
(…)
Parágrafo único. Durante a manobra de mudança de direção, o condutor deverá ceder passagem aos pedestres e ciclistas, aos veículos que transitem em sentido contrário pela pista da via da qual vai sair, respeitadas as normas de preferência de passagem.
O carro deve dar preferência de passagem ao ciclista quando ele já estiver atravessando a via, mesmo se o sinal abrir:
Art. 214. Deixar de dar preferência de passagem a pedestre e a veículo não motorizado:
I – que se encontre na faixa a ele destinada;
II – que não haja concluído a travessia mesmo que ocorra sinal verde para o veículo;
(…)
Infração – gravíssima;
Penalidade – multa.
IV – quando houver iniciado a travessia mesmo que não haja sinalização a ele destinada;
V – que esteja atravessando a via transversal para onde se dirige o veículo:
Infração – grave;
Penalidade – multa.

O debate e a conscientização sobre a segurança de pedestres e ciclistas é essencial, pois o uso da bicicleta como meio de transporte vem aumentando consideravelmente por ser exemplo de consciência ambiental e urbana, sendo, portanto incentivado pelo governo Brasileiro.

Por este motivo a equipe do Destaque Regional fez uma entrevista com um atleta conhecido em Palmas para que ele compartilhe algumas de suas experiências e opiniões sobre o assunto. Seu nome ficará em sigilo devido a sua privacidade e a segurança do mesmo.

Entrevistador: Faz quanto tempo que você é ciclista?

Atleta: Faz quatro anos que eu comecei a andar de bicicleta

Entrevistador: Algumas pessoas reclamaram sobre a falta de iluminação nas ruas em direção ao IFPR, você acha que isso afeta todos incluindo os ciclistas?

Atleta: Inclusive. Todo mundo depende da luz e sendo, digamos assim, um espaço que é usado todos os dias e tem os seus riscos de assaltos, buracos, acho que teria que ser tomado uma decisão de algum órgão para ver o que dá para fazer, nós sabemos que tem dificuldade, mas para o bem de todos teria que resolver. Sempre funcionou, por que agora não esta funcionando?

Entrevistador: Você acha que existe desconsideração dos motoristas em relação aos ciclistas?

Atleta: Eu não sei se seria bem isso, mas eu acredito que muitas vezes eles parecem que não dão muita atenção para os ciclistas, inclusive eu já fui vitima varias vezes de tombos por alguns motivos do cara não dar sinal. Graças a deus não aconteceu nada grave, mas já levei alguns sustos.

Entrevistador: Você acha que poderia ser feito alguma coisa para mudar esta situação?

Atleta: Acho que é consciência. Todo mundo tem que ter consciência das coisas em todos os sentidos, eu tenho meu cuidado e quem trafega com o carro tem que ter os seus cuidados. Todos têm que estar atentos e respeitar, andar de bicicleta sempre na mão certa para que não haja este tipo de situação.

Entrevistador: Você acredita que seria possível fazer um projeto de ciclovia em Palmas?

Atleta: Acredito que teria, por que a gente vê em outros municípios e cidades que tem e são menores que Palmas. Esta na hora de ter uma ciclovia para que a gente consiga pedalar de boa, sem ter este tipo de riscos ao andar nas ruas. Você se concentrar naquilo que esta fazendo e não se preocupar com os cuidados por que temos que andar no asfalto por não ter ciclovia, o que tem é para pedestres e nem podemos andar em cima, não tem o que fazer, é correr o risco. A união de tudo quem sabe uma hora sai.

Escrito por Thais Lourenço

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here