CUIDADO, VOCÊ PODE ESTAR CRIANDO UM CAVALHEIRO!!

0
110

Cuidado com seus MENINOS no balé! Seu filho estar no Ballet Clássico trás um grande risco. Ele pode aprender a ser cavalheiro, aprender a respeitar uma dama, ter disciplina, controle do próprio corpo e lidar de forma saudável com ele. Seu filho corre grande risco de aprender a encarar de frente desafios, ser forte perante dificuldades, conviver com meninas e saber respeitá-las. Seu filho provavelmente vai ganhar muita flexibilidade e força muscular, além do aumento da capacidade de concentração e memorização, desenvolvimento de ritmo e musicalidade… qual é mesmo o motivo do preconceito? Falta de conhecimento é aceitável, mas a busca por informação é essencial para vida. O preconceito é o analfabetismo da alma! Quem conhece a arte sabe que um menino nunca será tratado como menina. Pelo contrário, ele é o suporte da bailarina, é ele quem ajuda, dá força e cuida dela na dança.

Ah, mas e a sexualidade, né? Criança não tem discernimento para isso! O balé ou qualquer outra arte ou esporte definirão muito no futuro de uma criança, menos sua orientação sexual. Dança é expressão, é arte, é movimento. Balé é dança e menino também dança!

Através do corpo aprendemos quem somos; os caminhos a percorrer; as diferentes formas do corpo se expressar perante diversas situações; etc. Aprendemos a não deixar com que imponham o que temos e podemos fazer com nossos corpos, como padrões de beleza e mídia.

Por experiência própria resolvi colocar meu filho, Luiz Heitor de 3 anos no balé, tendo como busca ser mais sociável com as meninas, vendo que de certa forma ainda somos uma sociedade um tanto machista (me incluo) e ele estava ficando um tanto distante das atividades que envolviam meninas, até mesmo brincar com as colegas de classe, dizendo por várias vezes que isso não é coisa de menino.

Então resolvi colocar no balé para que tivesse o devido respeito e atenção com as meninas , esteve em algumas aulas com a professora Kamile, no Studio Sintonia do Corpo e hoje é aluno da professora Carol na escola Atena, e o resultado tem sido incrível, além de divertido, passou a ter um respeito e a tratar as meninas com um carinho maior, e sem sombra de dúvidas isso não afetou nas suas atividades de “meninos”.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here