Vereador de Palmas fala sobre o questionamento da população referente a UPA do Lagoão

0
224

A cada dia que passa a população de Palmas vem questionando o atual administrador municipal referente as promessas de campanha, e uma dessas promessas é a UPA do Lagoão, fato este que vem repercutindo todos os dias na boca da população. E a pergunta é: ‘’Cadê a UPA’’

Essa pergunta chegou até o Vereador Isaias Mikilita que colocou o seu posicionamento referente à situação:

“Eu particularmente acho impossível a construção dessa UPA, nosso prefeito vem prometendo a tanto tempo mas não se vê nem o projeto, eu e mais alguns vereadores pedimos na Casa de Leis o projeto, onde está esse projeto? Se fala tanto em construção de UPA, comprar terreno para construção da UPA, em várias horas máquinas em lugar sem terraplanagem para futura UPA, mas cadê o projeto, se nem projeto tem!’’

E continuou: ‘’Existem várias cidades do país que estão fechando as UPAs por não ter condições financeiras, no meu ponto de vista teria que pegar a estrutura que já tem, até por sinal é uma ótima estrutura e qualificar esse atendimento começando pelo melhoramento do atendimento médico, do atendimento as pessoas, não deixar faltar remédios, exames etc, temos que zerar essas filas de exames e cirurgias porquê isso é um caos um problema para população.
Uma qualidade de vida para nossa população começa pela saúde, teria que acabar com esses aluguéis e colocar em dia os atrasos dos profissionais médicos; se nem os médicos eles estão pagando como que vão querer construir UPA? ‘’
E o vereador Isaias Mikilita finalizou: ‘’Estou indignado e não acredito nessa construção da UPA , só acredito vendo! Ainda mais que a UPA teria que atender também os municípios vizinhos, fica muito difícil acreditar nessa construção. Pois a saúde pública já vem deixando a desejar a nossa população que sofre diariamente com muitas precariedades . ‘’

Fonte: Jornal Destaque Regional
por Jocemar Ferreira da Silva

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here