Sem Iluminação Pública moradores do bairro Serrinha pedem solução!

0
30

Moradores do bairro Serrinha procurou a direção do Jornal Destaque Regional e solicitou a imprensa para fazer uma visita no bairro para constatar de perto um problema que vem repercutindo a um bom tempo! Nós da imprensa fomos até o local e conver-samos com alguns moradores no qual relataram que a algum tempo vem sofrendo com a falta de iluminação pública e segundo eles, já protocolaram nos órgãos compe-tentes, mas até agora ninguém solucionou o problema, existem vários postes sem iluminação e a noite o bairro fica inseguro para aquela comunidade.
“Trabalhamos e pagamos nossos impostos, principalmente pagamos também a taxa de iluminação pública na qual não estamos usando e estão nos cobrando junto com a conta de luz que vem na cobrança, já fomos atrás dos responsáveis para solucionarem esse problema, eu fiz um protocolo naquela época e ninguém me deu esclarecimentos e muito menos solucionaram essa situação, procurei a imprensa para pedir que os responsáveis resolvam de vez esse fato desconfortante e totalmente inseguro, para nós moradores que trabalhamos e deixamos nossos lares a perigo de pessoas aprovei-tadores de situações como estas.
‘‘Outro morador relata também a imprensa do perigo que tem a noite por falta de iluminação pública. “ Eu sou um morador do bairro e estou aqui desde que nasci, digo a todos vocês que esse bairro quando tinha a pracinha para as crianças irem se divertir e a iluminação pública em todos os postes, nosso bairro era muito bom de se viver! Hoje estamos com medo de sair a noite, o perigo está aí fora e a gente não se sabe o que pode acontecer. Pedimos para que o setor público, alguém deles tome a iniciativa e seja solidário com o nosso problema, não adianta fazer protocolo na prefeitura e ninguém fazer nada, o que queremos é resposta da situação do problema, próximo a minha casa também não tem luz e quando chego do trabalho tenho que fazer o contorno, pois na outra quadra está menos perigoso, infelizmente estamos nas mãos das pessoas que precisam de nós apenas uma vez para eles ficarem 4 anos nos representando e nós dependemos deles durante os quatro anos para nos representar e resolver problemas tão pequenos como estes.’’

Fonte: Jornal Destaque Regional
Por Jocemar Ferreira da Silva

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here