PREFEITO CANCELA CONTRATO APÓS TORNAR PÚBLICO EM DIÁRIO OFICIAL A CONTRATAÇÃO DO MÉDICO. ISSO PODE?

1
908

Prefeito cancela contrato de médico cardiologista alegando falta de demanda para atendimento

Esse é um caso que chama atenção de toda população palmense, até pelo fato ser intrigante e curioso para os leigos da sociedade, essa matéria que será contada através do jornal impresso ficará marcados na mente de alguns que se acham poderosos e de outros que apenas buscam entender os fatos.

O COMEÇO
Há poucos dias foi colocada no diário oficial (DIOEMS) a contratação de um médico no qual iria prestar serviços para a comunidade no Posto de Saúde do município, o contrato entrava em vigência no dia 14/03/2018 e ia até a data de 06/03/2019, isso se não houvesse uma quebra de contrato por parte do Administrador do município, mas foi exatamente isso que aconteceu o prefeito simplesmente cancelou o contrato com uma justificativa nada convincente, apenas alegando que não haveria demanda suficiente para o médico prestar esse serviço.
Fato misterioso
O que deixa intrigante essa situação é o fato de contratar um médico para atender no Posto de Saúde e uma semana depois descontratar, mandar embora, isso é justo?
Essa é uma pergunta que deixa dúvidas e de certa forma uma insegurança para a comunidade, rescindir contrato de um profissional médico que vinha desempenhando sua função por vários anos, é no mínimo um mistério, não é comum.
Seriam forças estranhas atuando contra a saúde do município?
Vamos deixar para autoridades competentes desvendar essa ‘tamanha façanha’’ do nosso atual administrador, pois o caso já está seguindo o seu percurso e talvez em poucos dias esse meio de comunicação traga a tona o desfecho final dessa matéria, teremos que aguardar.

Entrevista com o Dr. André Roberto Seger, Médico Cardiologista e Clínico geral, sobre o fato relatado do cancelamento do contrato.

JDR: Quem é o Dr. André Roberto Seger em Palmas?
É um cidadão que mora em Palmas desde o ano 2000, e que se identificou com a cidade e as pessoas daqui, sou médico, cidadão e amigo de todos, e já estou há 18 anos vivendo em Palmas.
Desde que aqui cheguei exerci minhas atividades como médico Cardiologista e como Clínico Geral prestando atendimento para população de Palmas tanto no Posto de Saúde como no meu Consultório Particular realizando inúmeras consultas, exames e internações hospitalares sempre estando a disposição dos clientes que me procuram.
Qual o motivo que levou a deixar de atender o posto de saúde?
A minha situação é o seguinte: Desde que cheguei em Palmas venho trabalhando no Posto de Saúde atendendo a população e hoje em dia posso dizer que a maioria das pessoas que se tratam comigo as conheço pessoalmente, pelo seus nomes e pelos anos que estamos juntos e de vir acompanhando os casos, às vezes de uma família inteira a exemplo de avó, pai, mãe e filho. Mas, para minha surpresa a questão de alguns dias atrás me avisaram que não era mais pra eu trabalhar no Posto de Saúde alegando o prefeito que era por falta de demanda, eu fiquei muito chateado com isso por que gostaria de continuar prestando minha assistência aos meus pacientes. Eu pessoalmente não acredito que seja por falta de demanda, isso para mim foi um fato inexplicável e nada agradável, eles me fazem pensar que a honra das pessoas é paga por bajulações e isso não faz parte do meu caráter.

Quanto tempo e quantas consultas o Dr. Atendia no Posto de Saúde?
Eu venho prestando serviço de consultas há mais de 06 anos fazendo plantão no PAM, no entanto já não fazia mais plantão, porém sempre atendi consultas no posto, todos os dias nesses 18 anos que estou aqui, e sempre atendi o povo no Posto de Saúde com consultas marcadas de manhã e a tarde e esse foi o serviço que foi cancelado pela prefeitura.
Antes dessa atual administração eu costumava atender 50 consultas por dia, sendo 25 na parte da manhã e 25 na parte da tarde.
Mas assim que o atual prefeito assumiu já causou uma série de transtornos na saúde palmense, no meu caso por exemplo ele diminuiu o número de consultas, passando para 16 consultas por dia sendo 8 de manhã e 8 a tarde.

Desde que começou a nova administração há um ano atrás observamos muitas queixas devido a falhas do administrador em relação a saúde pública.

Quanto a mim, as pessoas agora já não conseguem consultar comigo no posto, porque já não me encontro mais na ativa naquele lugar,
No Posto de Saúde tem muito paciente que precisa de médico cardiologista e que tem confiança do meu serviço.
Eu fui informado que não havia necessidade, não havia demanda, mas isso não é verdade. Por que diariamente tem muita gente me procurando que querem serem atendidas pelo Dr. André, tem inúmeras pessoas chateadas com essa situação que eu sai do posto.

Quero deixar bem claro que as vezes correm boatos que eu que não quis atender no Posto de Saúde mas não é verdade, quem resolveu me tirar dali foi o prefeito municipal.
Quero reafirmar que sou uma pessoa que gosto muito de morar em Palmas, estou domiciliado aqui e não vou mudar de cidade, tenho uma filha nascida aqui, tenho a minha casa aqui e realmente gosto da cidade e da população de Palmas e infelizmente estou passando por essa situação constrangedora.
O Dr. Não está atendendo mais no Posto de Saúde?
Não estou atendendo mais por imposição do prefeito municipal e gostaria de deixar bem claro para população que não é por falta de vontade minha, e sim, por imposição do prefeito.

Fonte:Jornal Destaque Regional
Por: Jocemar Ferreira da Silva

1 COMENTÁRIO

  1. Caçador /SC precisa de cardiologista e médico, esta sem cardiologista pelo SUS , as pessoas precisam ir pra Xanxerê serem atendidas. Vem pra k Dr.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here