Papo Cabeça

0
11

Olá, hoje estou aqui novamente para compartilhar nesta troca de ideias…
Você já parou e pensou em desistir e esquecer-se de tudo?
Se tua resposta é sim, como a minha foi por um longo tempo, tenha certeza este sentimento é muito comum. Para falar desta sensação permitam mais uma vez trazer minha narrativa, muitas vezes ou inúmeras vezes me senti assim como pássaro abatido sem vontade de nada e apenas sumir, a autoestima trancada à sete chaves, aprendi que esta atitude tem um nome é automutilação, muitas vezes é entendida como uma agressão direta ao corpo, como cortes direto na pele e outras ações que nos lesionam, mas a mutilação qual me refiro é aquela onde você age a fim de podar-se com intuito de sentir-se anônimo a sociedade, com a sensação de estar assim escondido para que ninguém perceba sua presença, onde com isso, podamos nossa imagem, sonhos e projetos. Falo isso com propriedade, pois afinal foram longos anos vivendo a insegurança de daquilo que eu era capaz e me lançando cada vez mais ao meu autocompadecimento. Mas, como um sopro depois de anos neste poço, me permiti recomeçar, voltei a vida e principalmente a me enxergar e entender que eu tinha minha essência e que isso ninguém poderia tirar de mim, ou seja na linguagem moderna me empolderei. Tomar esta atitude além de toda uma caminhada com Profissionais, a qual certamente mudou meus conceitos destorcidos, também trouxe mudanças na minha vida, onde resultou não apenas na reconquista da minha autoestima, marcada pelos meus 106,8 em outubro/18 para a marca de para 71 quilos, atualmente, mas ainda melhorando (risos), como também oportunizou sem querer alcançar outras mulheres que relatam ver em mim uma esperança, na qual elas veem percebendo que também, poderiam mudar sua história, isto vem dando uma nova fase a minha vida que de forasteira aos poucos tenho ganhado seguidoras em uma cidade que me acolheu há oito anos e com certeza ouvir: “Você é meu espelho”, faz de fato muito bem ao EGO, porém procuro encarar isto como uma vitória para mim mesma, procuro usar de maneira positiva junto ao meu semelhante, esta satisfação de saber que depois de toda experiência negativa em minha vida, isto vem acarretando hoje de alguma forma novos frutos, que venho colhendo, o que é um acalento, ao saber que hoje venho sendo vista como uma referência, para muitas mulheres. Quando elas me perguntam o que fez mudar?

CONTINUA….

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here