LIDERANÇAS DO PODEMOS PALMAS PARTICIPAM DE ENCONTRO DO PARTIDO NA CAPITAL PARANAENSE

0
12

Evento ocorreu na última quinta feira, 30 de janeiro, em CuritibaImagens: Graziela Kohl Ribeiro

As lideranças Alison Doche Batista, Daniel Ventura, Luiz Carlos Bannack Leite e Rodrigo Kohl Ribeiro, do partido Podemos Municipal de Palmas – Pr participaram como convidados, de uma reunião organizada pela agremiação estadual, ocorrida em Curitiba.

Na pauta, esteve as eleições de 2020. Não pode faltar a presença de lideranças nacionais do partido, como o Senador Oriovisto Guimarães e o prefeito de Guarapuava, também presidente do Podemos Paraná, Cesar Augusto Carollo Silvestri Filho. Ainda o deputado Galo, entre outros quadros estaduais, prefeitos da legenda, vereadores e demais lideranças participaram do encontro. Presença que também não passou despercebida foi a da presidente do Podemos Mulher, Carol Arns, filha do Senador Flávio Arns. A ocasião serviu para que as lideranças importantes do partido abonassem as novas filiações, incluindo a de alguns prefeitos e vereadores do interior do Paraná. Por motivos de agenda nacional o Sendador Alvaro Dias não estava presente, mas sua ele foi representado por um membro de seu Gabinete em Brasília.

Em falas tranquilas, mas conscientes dos desafios vindouros, um a um os grandes líderes partidários foram orquestrando o tom, para afinar os instrumentos que conduzirão o Podemos do Paraná e do Brasil rumo aos novos tempos e à nova política, séria e comprometida com a ética.

Para Cesar filho, quem faz política há um pouco mais de três ou quatro anos, não pode dizer que nasceu político no Podemos, porque é um partido novo, que não tem passado. “Como disse o Alvaro Dias, é um partido que tem presente e tem futuro, é um partido que nos dá a oportunidade de reconstruir a história política no Brasil.” Entre outras coisas, o presidente Estadual do Podemos falou sobre as pessoas se filiarem no partido para disputar as eleições municipais, dizendo que corrida política é projeto de vida e não profissão. “Política é a missão de se entregar normalmente com o que se tem de melhor do nosso tempo e de nossa dedicação para transformar o lugar em que vivemos. E não existe atividade nenhuma mais gratificante do que esta.”, disse.

Já Oriovisto preferiu alertar às lideranças do Podemos que estavam presentes a respeito da má gestão pública. Falando sobre economia, deu como exemplo o orçamento familiar em que se gasta mais do que se ganha, endividando a família. Disse que se deve administrar de tal forma que no final do mês sobre algum dinheiro para fazer um investimento novo. “Isso é verdade para o prefeito, para o governador, para o Presidente da República”. Falando sobre os maus gestores, o senador disse que o grande drama do Brasil está na irresponsabilidade, a arte de enganar trocha, de enganar o próximo. “Fazer a coisa certa, dizer a verdade, nem sempre é simpático, nem sempre dá voto. A grande caveira de burro que tem enterrada em nosso país é que historicamente os nosso presidentes, governadores e muitos de nossos prefeitos administraram assim: eu vou gastar tudo o que vou arrecadar, vou tomar um empréstimo e o próximo prefeito, governador ou presidente que se lasque para pagar a dívida. Eu vou sair bem na fotografia. Sabem o que isso? Irresponsabilidade”, chamou à atenção Oriovisto Guimarães. Falou sobre ética e fidelidade partidária, dizendo que o jeito velho de fazer política acabou, entre outras informações obtidas em sua fala sobre o Estado brasileiro.

O presidente municipal do Podemos em Palmas, Rodrigo Kohl Ribeiro, disse que o grupo voltou extremamente empolgado com o que presenciou. “Um partido livre dos dogmas da velha política, preparado para edificar os sonhos mais profundos em busca de uma vida com mais dignidade e respeito por parte dos prestadores de serviços públicos.” Pré candidato a prefeito pelo Podemos em Palmas, com a possibilidade de declinar a uma candidatura a vereador (condicionada aos acordos envolvidos na coligação com os demais partidos de oposição), Kohl Ribeiro disse estar satisfeito com o andamento das conversas em Palmas, na qual o Podemos será a cabeça da chapa. “Temos até o dia 4 de abril para filiar o pessoal e podem ter certeza que há um grupo forte de pessoas atuando para filiarmos futuros vereadores e, porque não dizer, até mesmo o próximo prefeito de Palmas”, finaliza.

Foto: Rodrigo Kohl Ribeiro e o senador Oriovisto Guimarães

Fonte: Podemos Palmas

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here