Fórum estadual do Crea-PR debaterá o empreendedorismo no ensino superior

0
7

Evento que reúne professores e acadêmicos dos cursos de Engenharia, Agronomia e Geociências acontecerá em Foz do Iguaçu, de 7 a 9 de agosto

“A Inovação para um Ensino Empreendedor” é o tema do 26º Fórum de Docentes e Discentes, promovido pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea-PR), de 7 a 9 de agosto, no Centro Universitário UDC, em Foz do Iguaçu. O evento tem como objetivo fomentar a discussão de assuntos como a educação do século XXI, ciência, tecnologia e inovação no Paraná.

Professores e estudantes de cursos de Engenharia, Agronomia e Geociências, além de dirigentes das instituições de ensino do Paraná, Conselheiros Regionais e Federais, e lideranças públicas poderão acompanhar palestras e mesas-redondas acerca das novas diretrizes curriculares nacionais da Engenharia; qualidade de ensino e ensino à distância; modernização da graduação; formação de líderes e comunicação digital.

Um dos destaques da programação é a mesa-redonda sobre “Empreendedorismo”, com Gabriela Vieira Silva, Engenheira Agrônoma e professora da UniFil, de Londrina, e Osvaldo César Brotto, consultor da Regional Oeste do Sebrae/PR, em Cascavel.

O consultor Osvaldo Brotto falará de uma das linhas estratégicas do Sebrae/PR, de educação empreendedora, que vai do ensino fundamental (com o programa Jovens Empreendedores Primeiros Passos – JEPP) até ações nas instituições de ensino superior. “O Sebrae tem várias iniciativas com a comunidade escolar. No ensino superior, por exemplo, temos o programa Startup Garage, que tem como objetivo desenvolver estudantes empreendedores em um ambiente de aprendizagem de negócios”, exemplifica.

Para o consultor, a participação na mesa-redonda poderá mostrar aos jovens dos cursos de Engenharia, Agronomia e Geociências ferramentas para empreender e aproximá-los do ecossistema de inovação. “Além de capacitar os estudantes, é preciso conectá-los ao ecossistema – incubadoras tecnológicas, aceleradoras, investidores-anjo – e mostrar a trilha para empreender”, ressalta Brotto, que salienta ainda o papel dos docentes no processo. “São jovens com grande potencial que precisa ser destravado e os professores são fundamentais para inspirá-los.”

Gabriela Vieira Silva, professora do curso de Agronomia da UniFil, tem opinião semelhante. Além da função como docente, ela também é sócia em uma startup que desenvolve tecnologias biológicas para o controle de pragas, de forma sustentável, na Incubadora Internacional de Empresas de Base Tecnológica da UEL (Intuel), em Londrina.

“O professor tem o importante papel de incentivar ou, pelo menos, não bloquear as iniciativas dos alunos. Há professores com pensamento tradicional, que barram, já passei por experiência assim como aluna”, recorda Gabriela.

A Engenheira Agrônoma comenta que, apesar do empreendedorismo não ser uma disciplina na grade do curso de Agronomia da UniFil, procura incutir nos alunos a visão empreendedora nas disciplinas que leciona. “No controle de pragas, por exemplo, trabalhamos quais os gargalos do setor. A ideia é levá-los a pensar nos problemas do dia a dia com viés empreendedor. Os estudantes já começam a olhar a Agronomia de forma a procurar e resolver problemas”, completa.

O evento

O Fórum de Docentes e Discentes é um evento anual promovido pelo Crea-PR, em parceria com as instituições de ensino, e que reúne docentes e discentes de cursos afetos às áreas do Sistema Confea/Crea (Agronomia, Engenharias e Geociências), além de dirigentes das instituições de ensino e Conselheiros Regionais e Federais.

Fonte: Assessoria

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here