Animais de estimação podem melhorar a qualidade de vida dos donos

0
9

Não é segredo para ninguém que ter um animal de estimação melhora em muitos aspectos a vida. O pet pode aliviar o estresse e até ajudar pessoas com problemas como ansiedade e depressão. Mas não é só nessas doenças que os animais ajudam: eles podem auxiliar no tratamento contra o câncer e também diminuir o sedentarismo.

Segundo a Dra. Livia Romeiro, do Vet Quality Centro Veterinário 24h, o impacto dos animais de estimação em na vida dos donos é muito maior do que se imagina, e isso foi revelado em diversos estudos. Pesquisadores do Departamento de Psicologia Experimental da Universidade de São Paulo (USP), por exemplo, perceberam a redução da incidência de doenças comuns, como resfriado, em pessoas que convivem com pets.
Alívio do estresse pós-traumático
A presença de animais faz com que haja diminuição dos níveis de cortisol, hormônio relacionado ao estado de alerta que é produzido em excesso quando estamos diante de situações de perigo. Junto aos pets, é possível tirar o foco do problema e diminuir a tensão que é causada por lembranças de eventos traumáticos.

Melhora o ambiente de trabalho
Algumas empresas permitem que os funcionários que possuem amigos de quatro patas que são sociáveis e tranquilos os levem para passar um dia no trabalho. Essa prática auxilia na redução do estresse e estimula o processo criativo, além de deixar o clima do ambiente muito mais leve e divertido.

Ameniza sintomas de depressão e ansiedade
Um estudo realizado por psiquiatras da Clínica Médico-Psiquiátrica da Ordem, em Porto (Portugal), revelou que os pets são capazes de amenizar sintomas típicos de depressão, como isolamento e tristeza profunda.

Oitenta participantes envolvidos na pesquisa não tinham apresentando nenhuma melhora significativa apenas com sessões de psicoterapia. A inclusão dos pets mudou o quadro de alguns sinais da doença após quatro semanas de convívio com animais. A maioria relatou que voltou a sentir prazer em atividades comuns, como caminhar, se alimentar, ouvir música e socializar com outras pessoas.

Estimula o desenvolvimento infantil
Muitos estudos apontam que há uma melhora significativa nos quadros de doenças psíquicas. Crianças autistas, por exemplo, apresentam redução nos comportamentos relacionados à agressividade, isolamento e alienação com a presença de cães ou gatos . Em casos de hiperatividade, os pets podem influenciar na saúde, deixando as crianças mais calmas e concentradas. Além desses benefícios, todas as crianças, ao terem contato com animais, podem desenvolver maior senso de responsabilidade, socialização, autocuidado e altruísmo.

Elevação da autoestima
O carinho e amor que os pets nos dão faz com que os tutores sejam capazes de sentir que são realmente importantes para eles e acabam se sentindo mais capazes e confiantes.

Benefícios para os idosos
Animais de estimação podem ser uma ótima companhia para idosos porque auxiliam na melhora dos sentimentos de tristeza, estresse e solidão. Ao fazer atividades e terapias na companhia de animais, os sintomas depressivos que surgem por conta da idade podem sem amenizados. Além disso, pessoas mais velhas se sentem mais motivadas a praticar atividades físicas e socializar mais.

Tratamento contra o câncer
Alguns efeitos colaterais da quimioterapia e radioterapia podem ser amenizados por meio do convívio com os animais . Um dos grandes benefícios é a redução de ansiedade. Há respostas positivas relacionadas ao alívio da dor e do desconforto, redução dos sintomas depressivos e diminuição das sensações de solidão e tristeza.

Ajuda a prevenir doenças cardíacas
Uma pesquisa realizada pela Baker Medical Research Institute revelou que tutores de cães e gatos apresentam taxas menores de colesterol e triglicérides.

Auxilia no combate ao sedentarismo
Pessoas que não praticam atividades físicas regularmente podem correr riscos de desenvolver problemas cardiovasculares. Os animais de estimação fazem com que elas se movimentem com maior frequência.

Aumento da imunidade
Pesquisadores do Departamento de Psicologia Experimental da Universidade de São Paulo (USP) perceberam a redução da incidência de doenças comuns, como resfriado em pessoas que convivem com pets . Os dados revelaram que as vantagens independem da idade. Algumas proteínas que agem na regulação do sistema imunológico e das alergias aumentam significativamente em crianças expostas à presença de cães.

Também foi observada a redução de doenças alérgicas devido à elevação da imunoglobulina A, um anticorpo presente nas mucosas que evita a proliferação viral ou bacteriana, atuando na prevenção de vários problemas de saúde.

Por isso, além de trazerem companhia e felicidade com os “lambeijos”, os nossos amigos de quatro patas também estão comprovados como verdadeiros remédios para diversas doenças. Não é todo mundo que pode ter um cão, gato ou outro animal de estimação em casa, mas se for possível conviver com um, com certeza sua qualidade de vida pode melhorar.

Fonte:canaldopet

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here